Tempo: 4/5

Dificuldade: 3/5

Custo: 3/5

Quantidade: 2 garrafas

No Alentejo usávamos muito os poejos, quer em sopa (Calducho) quer em licor e todas as famílias preparavam o seu. Em minha casa, normalmente era a minha avó Zefinha que se dedicava a essa tarefa. Para que ele fique verdinho os poejos devem ser frescos e estar bem verdes.

INGREDIENTES
1 lt de aguardente;
1 molho de poejos frescos;
500 gr de açúcar branco;
100 ml de água.

PREPARAÇÃO
Coloque as folhas de poejos num frasco de vidro e junte a aguardente. Feche bem e deixe a macerar durante 1 mês. Nessa altura, faça um xarope com o açúcar e a água. Coloque o açúcar num tacho, regue com a água e mexa. Leve a lume médio até atingir o ponto de cabelo (103ºC). Retire do lume e deixar arrefecer. Coe a aguardente e junte a calda de açúcar. Leve a lume brando durante +- 2 minutos, mexendo de vez em quando. Deixe arrefecer e coloque em garrafas de licor. Está pronto a servir.